Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rooibos

Apenas um blog pessoal... mais um...

O regresso

30.11.17

No último texto (há precisamente 5 meses atrás) disse que ia de férias.

Regressei agora, não das férias (que duraram apenas 2 semanas), mas de uma pausa que fiz neste blog, que aconteceu apenas porque me deixei seguir pela vontade (ou falta dela) e não porque a tivesse planeado. A verdade é que, quando terminei as férias, o "bichinho" da escrita já cá não estava. Achava que devia voltar aqui, mas não senti vontade de o fazer.

A contribuir para esta falta de vontade estiveram também vários assuntos muito badalados na altura (apenas me recordo que um deles foi a polémica dos livros de actividades). Na altura apercebi-me da facilidade com que uma opinião publicada na internet pode lançar uma polémica, influenciando fortemente a opinião pública. As partilhas na internet multiplicam-se que nem coelhos. E poucos são aqueles que sabem ser críticos em relação ao que se lê na internet.

Nessa altura, apercebi-me também que eu próprio evitava abordar certos assuntos neste blog (ainda que o faça debaixo do anonimato), ou porque achava que não tinha argumentos suficientes para defender certas opiniões, ou porque achava que eram assuntos de pouco consenso. E estar a lançar discussões era coisa que não pretendia, até para não acabar com comentários discordantes (como já tenho lido noutros blogs) em que se usam "argumentos" como "és uma besta", "és um anormal", "vai trabalhar malandro".

E assim fui deixando passar o tempo, prometando a mim próprio que deveria voltar a escrever no blog, quanto mais não fosse para informar que iria fazer uma pausa. Mas ao mesmo tempo achava que deveria reflectir melhor se parava mesmo ou não. E o tempo continuava a passar...

Hoje, decidi escrever de novo. E decidi regressar a este mundo dos blogs.

Para já, fui ressuscitar o leitor de feeds que não usava há bastante tempo e adicionei-lhe todos os blogs que sigo aqui no Sapo (deu algum trabalho, mas não acho prática a secção de "Leituras" para me manter a par dos outros blogs).

Depois... Bem, depois, não sei. Não sei sobre o que vou escrever, nem quando, nem como... Sei que preciso escrever. E sei que a melhor forma de escrever é deixar-me seguir pela vontade e pela inspiração.

Foi o caso deste texto, que me saiu sem grandes dificuldades. Talvez seja um bom sinal do que aí vem! :)

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.